Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha Bela Adormecida

A minha Bela Adormecida

Aniversário

Hoje faz anos alguém especial... alguém que no ano passado abalou as nossas vidas e as colocou em perspectiva... foi só início de uma montanha russa de emoções daquele ano de 2016... hoje é feliz e faz mais um aninho! Parabéns Principe e desejo-te que a vida não te pregue mais partidas, só sonhos bons e miminhos...

Férias

Lembro-me de estar no ano passado no mesmo lugar e imaginá-las a dormir no quarto... lembro-me das conversas da Maria com as amigas da piscina a dizer que o Pai Natal iria trazer-lhe a mana e uma das meninas mais velha lhe explicar que isso não podia ser, que a mãe teria de ir ao hospital... tantas recordações...

6 meses na nova viagem

Faz 6 meses que partiste... continuo com muitas saudades de ti mas constato que o vazio que me deixaste no coração está cada vez mais a "encher-se" do carinho que tenho por ti, permitindo que a dor diminua ao longo do tempo... era esse o meu intuito desde sempre... que o amor vencesse a dor...

Telenovelas

Há muitos anos quanso via telenovelas brasileiras, houve duas que particularmente me inquietaram o coração... uma cuja personagem Camila fica grávida e a meio descobre que sofre de leucemia, perdendo o bébé que esperava... outra cuja personagem iria ser mãe de gémeos e depois morre no parto... de tantas histórias que vi parece que estas ficaram sempre como uma inquietude... penso ser natural toda a mulher se questionar se eventualmente poderá ter filhos ou não, é uma dúvida natural para quem deseja ter filhos, mas depois já ninguém se questiona se consegue chegar tudo bem até ao fim, pelo menos depois do 1º trimestre... realmente o processo de gravidez é muito complexo... será que estas inquetações eram um sinal? 

Não acredito muito em teorias mais sobrenaturais mas efetivamente desde nova estes temas me marcaram...

Alta

Já tive alta do acompanhamento a que recorri... disse-me que sou forte por não ter desistido de andar com a vida para a frente apesar do acontecimento traumático..."Forte?!? Não, simplesmente tem de ser..."

Sonho da Maria

Hoje ao acordar a Maria revelou-me o seu sonho... sonhou com nós os quatro mais a Poppy, todos a brincar... contou-me que lhe tinha pedido um desejo, mas eu disse que para se realizar deveria ser segredo... o que será, não sei, mas deve ser algo que anseia por isso espero que se realize...

Facebook

Hoje ao chegar a casa, para um mini descanso antes de iniciar as tarefas diárias, comecei a ver o Facebook... primeiro vi a foto da filha da minha prima que estava grávida quando eu estava da Sofia, 2 meses de diferença, estávamos as 2 tão felizes e agora a bebé dela já está crescidinha... que saudades da Sofia... depois deparei-me com um comentário de uma colega do secundário: "Como se sobrevive com a morte de um filho? (...)", um aluno dela perdeu uma irmã, estive quase a escrever-lhe, mas já não nos vimos há quase 20 anos e na realidade ninguém quer mesmo saber, restou-me por um boneco de tristeza... e no fim ainda reparei num desabafo da mãe do Rui Pedro, aquele menino perdido já há tanto tempo, isso sim, deve ser tão angustiante e tão triste pois não dá para fazer o luto, revejo-me em algumas palavras dela quando dizia que tem de ter sempre a mente ocupada, essa ânsia também tive durante muito tempo pois era assim que achava que conseguia ultrapassar aquele dia... só que ela não consegue passar dessa fase... eu já consegui estar noutra fase mais serena mas...tic, tac... o tempo passa mas a mágoa do acontecimento traumático já assumi que nunca irá passar... todas estas pequenas coisas me afetam... por mais forte que pareça para seguir em frente, a mágoa, as saudades e o amor estão lá sempre...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D