Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha Bela Adormecida

A minha Bela Adormecida

1 ano de blog

Fez ontem 1 ano deste blog... nunca pensei escrever um blog... aliás a escrita não é o meu forte, especialmente para demonstrar sentimentos... mas efetivamente foi ele que me permitiu exteriorizar muitos sentimentos nesta fase da minha vida, através de frases e imagens encontradas por essa internet fora e de letras de canções ouvidas na radio... foi nessa procura diária que encontrei paz e mensagens de positivismo... parece estranho, mas deu-me forças para recuperar... encontrei um motivo para me obrigar diariamente a reencontrar o caminho que sempre procurei ter... o lado positivo da vida... é certo que não podemos mudar o passado... os porquês ainda cá estão... o sentimento de injustiça também... e o sonho também... mas nunca deixei de tentar dar a volta para um futuro feliz da família de 3... e isso reconheço que estou a conseguir...

Para além da minha catarse, se algum dia este blog ajudar alguém que sofreu com "limão mais amargo da vida", também será um conforto... estou aqui sempre...

Entretanto, sobre o blog, confesso que fiquei surpreendida ao longo deste tempo por ter "subscritores" e mensagens de pessoas que não conheço mas que fizeram questão de me enviar mensagens de carinho... a vocês agradeço, pois mesmo não vos conhecendo só podem ser boas pessoas...

Por agora, sinto que já não há a necessidade interior de busca diária destas mensagens... penso que vou continuar mas sem obrigações... 

022335_Detalhes.jpg

 

Pocahontas

Hoje tenho aqui em casa uma Pocahontas que até teve a sorte de desfilar no corso de Carnaval... que alegria a dela... e o meu coração aquece só de olhar...

This is us e o Jack

Gosto da série "This is us"... acho os diálogos geniais por conseguirem retratar a Vida de qualquer um de nós... efetivamente nem todos passámos por maus momentos, felizmente, mas consigo identificar-me claramente com os sentimentos e o texto dos personagens quando se referem a momentos menos bons... acertam em cheio em cada palavra... a morte do personagem Jack, veio confirmar tudo isto... um dia normal como tantos outros que termina estupefactamente e simplesmento com algo que correu mal e assim uma pessoa parte para o outro lado... assusta esta nossa insignificância... penso nisso, quando penso naquela noite de Natal... tanta coisa ficaria por dizer ou sentir se algo também me acontecesse... e era um dia normal, sem despedidas ou conversas especiais... simplesmente acontecia... mas não aconteceu que é o mais importante... e por isso não posso dizer que renasci, mas acho que algo mudou... já não deixo tudo para o amanhã... luto mais por o agora e estou realmente mais dada, aproveitar e ficar feliz com pequenos gestos ou acontecimentos... não se consegue todos os dias esta paz, mas tenta-se... 

Pág. 1/2