Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha Bela Adormecida

A minha Bela Adormecida

A mala cor de rosa

Ultimamente vem muitas vezes à minha mente a canção infantil "A mala cor de rosa" da Xana Toc Toc... lembro-me de ouvir esta música enquanto estava a rezar e a aguardar que lhe fizessem a ressonância magnética... era estranho estar numa situação de aflição com uma música de fundo de conforto, cor de rosa, sem complicações, simples, apenas com o intuito de dar imaginação às crianças... lembro-me de imaginar cantá-la para ela...

Teorias

Efetivamente o Homem é um Ser pensante na busca de respostas... nestes últimos tempos já ouvi n possíveis teorias sobre a razão de partidas prematuras da Vida:

 

i)  Ela era um Ser Iluminado... como se fosse um ser que está num plano de Alma acima do nosso e como tal teria de voltar para o seu lugar.

 

ii) Ela era um Anjo de Luz... teoria semelhante à anterior, mas como um cariz mais religioso.

 

iii) Ela veio cumprir a sua missão de vida, nomeadamente, através da quebra de vínculo de relações humanas construídas em vidas anteriores.  

 

iv) Por último, à quem simplesmente não tenha necessidade de ter nenhuma razão especial, atribuí simplesmente a sua partida a um facto orgânico: surgiu, desenvolveu-se, adoeceu e partiu devido ao estado muito debilitativo... era um ser humano, tal como todos nós...

 

Eu quero acreditar que ela era Especial...

O limão mais amargo da Vida

(...)

- Posso tentar dizer-lhe algo significativo?

- Sim...

- Perdi a minha esposa no ano passado. Cancro. É por isso que, com esta idade, ainda trabalho tanto. Tento fazer com que o tempo passe.

Estivemos 53 anos casados. Cinco filhos e onze netos.

Mas perdemos o nosso primeiro filho durante o parto. A razão pela qual me dediquei a esta especialidade, na verdade. Passei cinco décadas a assistir partos. Já perdi conta aos bebés. Mas não há um dia em que não pense na criança em que perdi. E, agora, já sou um velho...

Gosto de pensar que, devido à criança que perdi, devido ao caminho no qual ela me pôs, eu salvei inúmeros bebés.

Gostaria de pensar que, um dia, você será um velho como eu, a explicar a um jovem como é que você pegou no limão mais amargo que a vida podia oferecer-lhe e fez dele algo parecido com limonada.

Se conseguir fazer isso, ainda poderá sair deste hospital com três bebés.

Apenas não da forma como planeou.

(...)

 

Tradução de uma das cenas da série "This is us" T1E1

Sorrir

Dizem-me que é mais ou menos isto:

Mesmo que te apeteça chorar, sorri. Mostra o teu melhor sorriso, faz tudo o que for preciso... mas não te deixes cair. Ergue-te e olha-te ao espelho. Vê o que tens. Vê quem te ama. Depois cai na cama, limpa as lágrimas... porque amanhã será sempre um novo dia.

in "O homem que me fizeste ser"

 

Tão difícil de aceitar mas tão certo...

Na Índia, são ensinadas “quatro leis da espiritualidade”:

A primeira diz: "A pessoa que vem é a pessoa certa". Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas ao nosso redor, interagindo connosco, têm algo para nos fazer aprender e evoluir em cada situação.

A segunda lei diz: "Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido". Nada, nada absolutamente nada do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Não há nenhum "se eu tivesse feito tal coisa..." Ou "aconteceu que um outro ...". Não. O que aconteceu foi tudo o que deveria ter acontecido, e foi para aprendermos a lição e seguirmos em frente. Todas e cada uma das situações que acontecem nas nossas vidas são perfeitas.

A terceira diz: "Toda vez que iniciares algo é o momento certo". Tudo começa na hora certa, nem antes nem depois. Quando estamos prontos para iniciar algo novo nas nossas vidas, é que as coisas acontecem.

E a quarta e última afirma: "Quando algo termina, termina". Simplesmente assim. Se algo acabou nas nossas vidas é para a nossa evolução. Por isso, é melhor sair, ir em frente e enriquecer-se com a experiência.

 

Retirado do blog - http://maetonino.blogspot.pt/2013/09/em-aprendizagem.html



Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D